Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

GNR condenado a 16 anos

Um militar da GNR acusado de ter morto a tiro um jovem de 18 anos em 2006 foi hoje, segunda-feira, condenado a 16 anos de prisão pelo Tribunal de Loures।


A vítima terá sido baleada nas costas com três tiros, depois de tentar assaltar o militar e de lhe ter arrancado então um fio de ouro।


O colectivo de juízes considerou que o militar "disparou a arma com intuito de matar o jovem, uma vez que a sua preparação militar permitia que tivesse disparado de forma a não acertar num órgão vital".