Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Despique automóvel ia acabando em tragédia??


Três jovens que tinham acabado de furtar um carro sofreram, ontem, domingo, de madrugada, vários traumatismos, após se terem despistado a alta velocidade, na EN235, que liga Palhaça a Aveiro, contra um pinheiro.
O condutor era um jovem de 16 anos, que seguia no encalço de um outro carro também furtado. A GNR desconfia que os dois carros terão sido furtados pelo mesmo grupo.
As vítimas que tiveram de ser desencarceradas, ao longo de hora e meia, são Bruno Ferreira dos Santos, 17 anos; Diogo Renato Silva Rocha (condutor), 16 anos, e Jorge Filipe Martins Almeida, 18 anos, todos residentes em Nariz, Aveiro.
De acordo com fonte policial, uma patrulha da GNR que se encontrava na Rua Fonte Bebe e Vai-te, na Palhaça, avistou os jovens que tinham acabado de furtar um carro, Honda Civic, na zona da Palhaça, e que circulavam em alta velocidade em despique com um outro carro que tinha sido furtado na Mamarrosa, Oliveira do Bairro.
Perante a situação, a patrulha encetou uma perseguição, mas, segundo fonte policial, devido à velocidade que os indivíduos seguiam, nunca conseguiu estabelecer contacto.
Logo após uma recta, os militares perderam o rasto dos dois carros, encontrando, pouco tempo depois, uma das viaturas estampada no meio do pinhal. O outro carro não mais foi visto.


Noutro Jornal

Aveiro: Grupo estaria a fazer corrida com amigos
Feridos a fugir em carro furtadoTrês jovens ficaram feridos, ontem de madrugada, quando o carro que tinham acabado de furtar – conduzido pelo mais novo, de 16 anos – se despistou e embateu violentamente num pinheiro. O acidente aconteceu cerca das 03h30, na sinuosa estrada que liga Palhaça a Salgueiros, em Aveiro.
Os feridos estariam a fazer uma corrida com outros amigos que também seguiam numa viatura que as autoridades acreditam que também terá sido furtada.
Os jovens, com idades entre os 16 e 18 anos, residentes em Nariz, Aveiro, tentavam escapar à GNR que os perseguia. Ontem, Diogo Rocha, 16 anos, e Bruno Santos, de 17, tiveram alta hospitalar. Jorge Filipe Almeida, 18 anos, que seguia ao lado do condutor, partiu as duas pernas e permanece internado no Hospital de Aveiro.
Tudo começou alguns minutos antes do despiste quando os jovens passaram a alta velocidade um semáforo vermelho, na localidade de Bustos, onde o Pelotão de Intervenção da GNR estava a dar apoio a uma operação Stop de rotina. De imediato, os militares perseguiram as duas viaturas.