Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Não viu moto da BT

07 Outubro 2009 - 00h30

Julgamento em Elvas
Diz não se ter apercebido da moto da BT

Começou ontem em Elvas o julgamento da morte do soldado da BT/GNR Rodrigo Mendes, abalroado mortalmente em Outubro de 2006 por António R., inspector das Finanças, quando fazia de moto o acompanhamento de um transporte de grandes dimensões, na A6. Na primeira sessão, o arguido disse que não se apercebeu da presença da mota em que embateu.

"Não me apercebi da presença da mota. Talvez fosse a mais de 120 km/h", justificou-se perante o colectivo de juízes. Recorde-se que o homem acusou uma taxa de álcool de 1,77 gr/l. Está acusado de três crimes, o mais grave é o de homicídio por negligência.