Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Homicidas de Setúbal presos

Realce para um trabalho excepcional...eis o meu louvor para estes profissionais.

Saiu da cadeia só há três meses, por roubo, e arrisca-se a voltar já amanhã para uma cela – depois de ser presente ao juiz por ter assassinado um homem, à pedrada, e logo a seguir ter sequestrado outro durante dez horas. Tudo junto à Várzea de Setúbal, entre as 23h30 de sexta-feira e as 10h00 de sábado.

Segundo fonte do Comando Geral da GNR, cerca das 10h30 de anteontem, a GNR da Moita recebeu um alerta para um veículo suspeito estacionado no Carvalhinho, uma localidade próxima. Um carro-patrulha foi enviado ao local, mas a dupla pôs-se em fuga assim que se apercebeu da presença dos militares. Acabaram detidos após perseguição – e, dentro do carro, estava ainda o jovem sequestrado dez horas antes em Setúbal. As agressões tinham sido tão violentas que teve de ser imediatamente transportado ao hospital.

Já com os dois suspeitos detidos, a GNR participou o caso à Polícia Judiciária de Setúbal. Um dos criminosos tinha a roupa coberta de sangue e as primeiras respostas dos suspeitos durante o interrogatório levaram os militares a relacionar o carjacking com o homicídio ocorrido na noite anterior. Serão hoje os dois presentes a tribunal.

ÁLCOOL E DROGA

Na altura em que foram detidos pela GNR, os dois suspeitos de homicídio e sequestro apresentavam-se sob o efeito de álcool e de drogas. Fonte policial adiantou que na origem do primeiro crime estarão "motivações fúteis" ainda não apuradas.