Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Trofa: Ourives arrisca pena

27 Dezembro 2009 - 00h30


Empresário que abateu a tiro ladrão armado após o assalto à sua ourivesaria na Trofa responde por homicídio privilegiado

Ourives acusado de matar

Fernando Vilaça, de 57 anos, foi acusado de homicídio privilegiado por ter abatido um dos assaltantes à sua ourivesaria em S. Romão do Coronado, Trofa. O Ministério Público considerou que o empresário não agiu em legítima defesa mas num quadro emocional violento, um tipo de crime punível com prisão entre um a cinco anos, que segundo o Código Penal admite pena suspensa.

Em Julho, o ex-militar da GNR enfrentou os assaltantes armados em fuga com mais de 200 mil euros em peças de ouro. Vilaça pegou numa caçadeira e perseguiu-os. Numa troca de tiros na rua, o ourives atingiu o jovem de 18 anos, que morreu no local.