Pesquisar neste blogue

domingo, 22 de julho de 2012

Conselhos para os motociclistas

Condução sobre duas rodas


A PSP informa todos os ciclomotoristas, motociclistas e utilizadores de veículos de duas rodas, as 10 regras essenciais que determinarão viagens seguras, tranquilas e aprazíveis:
  • CONHEÇA OS PERIGOS: Evite ficar com a sua mota entre dois veículos, principalmente num estreitamento de via, procure evitar a condução junto a veículos longos e/ou pesados pois o ângulo de visão dos seus condutores é mais restrito e os rodados, bastas vezes, são “armas” de arremesso de pedras contra os restantes utentes da estrada. Imagine uma pedra, projectada a 100 km/h para o seu capacete!;
  • IDENTIFIQUE AS ARMADILHAS DAS ESTRADAS: Evite as estradas que têm carris, muito comuns nas principais portuguesas, piso molhado, especialmente se a condução for feita em estradas de empedrado, areia solta, buracos no pavimento e óleo na estrada (principalmente junto às curvas). Ao conduzir nas cidades, redobre a sua atenção!;
  • CONDUZA SEMPRE EQUIPADO: Não é bonito conduzir motas de t-shirt, não é sexy conduzir com as costas descobertas, não está na moda quem conduz de calções e chinelos. A sua segurança, começa na forma como se prepara para a condução, proteja sempre (mesmo no Verão) a cabeça, olhos, mãos, pés, tornozelos, joelhos e cotovelos;
  • CONDUZA COM AS LUZES LIGADAS: Mais do que ser obrigatório em Portugal os motociclos e ciclomotores ligarem as luzes no exercício da condução, ver e ser visto é uma forma de evitar os acidentes;
  • CONDUZA DE FORMA DEFENSIVA: Ao conduzir, principalmente no trânsito urbano, pense no que vai fazer e anteveja o que os outros condutores farão. Em caso de acidente, mesmo que não seja o culpado, as consequências físicas do embate, da queda ou da projecção, são por norma catastróficas;
  • ESTEJA PERMANENTEMENTE CONCENTRADO NAS MANOBRAS: Esqueça a pressa (saia mais cedo), o álcool, o cansaço e o nervosismo (se o dia correu mal, vá de transportes públicos para casa ou para o trabalho). Mesmo que seja um motociclista experiente, nunca facilite;
  • OLHE SEMPRE EM FRENTE: Esqueça as publicidades, deixe o telemóvel vibrar, não olhe para os peões nas passadeiras quando o sinal está verde para si, deixe para trás as confusões entre transeuntes ou acidentados, o seu objectivo está à frente da sua mota. Ao olhar em frente, prepara-se a todo o momento para a sua viagem;
  • EVITE CONDUZIR À NOITE: Principalmente se for fazer uma viagem longa para fora das cidades ou em zonas urbanas com fraca iluminação pública;
  • EVITE OS ASSALTOS: A “ocasião faz o ladrão” e este é um cliché que se aplica aos motociclistas. Se conduz sozinho, durante e madrugada, na cidade, evite os itinerários mais vulneráveis face à proximidade de zonas urbanas sensíveis. É preferível um percurso alternativo e seguro do que “ganhar” tempo por estradas secundárias. Quando estacionar a mota, faça-o em zonas visíveis se possível, complementado com cadeados de alta segurança e um alarme;
  • SEJA POSITIVO E TENHA ESPÍRITO CÍVICO: Quando estiver a conduzir a sua mota no trânsito, não descure as regras de segurança e seja positivo. Nas filas de trânsito, nas ultrapassagens, nas cedências de passagem, não se esqueça de agradecer, gostamos todos que valorizem os nossos actos.
  • http://www.psp.pt/Pages/apspaconselha/motociclos.aspx?menu=9